quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"Se este povo se calar, as pedras clamarão" Luc 19:40

A sentença de morte do Pastor Yousef Nadarkhani, 34 anos foi anulada, e  seu caso levado à Assembléia Geral de Assuntos Sociais da ONU. Ele foi condenado a pena de morte pelo governo do Irã, em setembro deste ano, com a acusação de ter abandonado a religião islâmica. A acusação é devido a conversão de Yousef ao Cristianismo, quando ele tinha 19 anos de idade, e principalmente por se recusar a negar a Jesus Cristo, como seu salvador. Sua primeira condenação à morte aconteceu em 2010, mas a Suprema Corte do Irã interveio e conseguiu adiar a sentença. Ao ser revisto, o processo resultou na mesma condenação ao fim do sexto dia de audiência. O pastor pode ser solto caso se converta, mas ele se recusa a negar a sua fé. Apesar da Embaixada do Irã ter anunciado que ele está livre da pena de morte, o seu futuro é incerto. O Centro Americano de Lei e Justiça, ACLJ, informou recentemente que o Serviço Secreto do Irã estaria oferecendo livros e folhetos muçulmanos ao Pastor, acredita-se que a intenção não seja apenas de tentar convertê-lo, mas de fazer com que ele ofenda o Islamismo, para ter provas de que ele desrespeitou a religião oficial do país e executar a pena de morte. As escrituras não mente, as perseguições já estavam escritas, continuemos orando não só pelo Pr. Yousef, mas por todo povo de Deus espalhados pela face da terra. Nos tempos antigos, Estêvão foi apedrejado até a morte, enquanto o apedrejavam ele dizia “ Jesus recebe o meu espírito Atos 7:59”. Hoje o Pr. Yuosef, pelo nome de nosso senhor Jesus Cristo vice a mesma situação
Oremos Todos.
,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário